quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Ah, o amor!...

Ah, o amor! Ele inspira versos, músicas, novelas e tudo o mais que a arte possa oferecer. Desperta a sensibilidade até dos mais durões e enche de brilho os nossos olhos. 
Jobim dizia que "é impossível ser feliz sozinho" e apesar de não concordar com isso completamente sei que ele tem suas razões.
Camões disse que amor era "fogo que arde sem se ver", Rita Lee disse que é sorte.
Independente da definição, nada faz nosso coração bater tão forte como um amor apaixonado.


Lendo esse parágrafo, você pode achar que agora virá uma declaração de amor. Pode ser que um dia eu o faça, mas não é esse o meu objetivo agora.


As pessoas buscam desesperadamente ser amadas. Isso não é segredo. A maioria quer encontrar a cara-metade, a alma gêmea, a outra parte da laranja.

 Pode parecer nada romântico o que vou dizer agora, mas eu parei de buscá-la.
Concordo com o Jobim que fundamental é mesmo o amor e que seja impossível ser feliz sozinho, mas não acredito que tenha de ser um amor romântico. Eu acreditava nisso até pouco tempo atrás. Como toda mulher, sonhava com o príncipe encantado que viria me tirar desta torre de solidão, mas estar solteira ou solteiro nunca foi nem será o fim do mundo.



Neste desespero e medo de estar solteiro, muita gente tem agido com insanidade. Tenho visto tantas bizarrices em torno dessa busca desesperada por um par! Homens e mulheres se atropelam nesta corrida fadigante e muitas vezes prejudicial às emoções. Adolescentes sofrem desesperadamente pela pessoa que acreditam ser o amor de suas vidas, mulheres se tornam insuportáveis em redes sociais e homens agem com uma ridicularidade absurda. Junte todas essas pessoas e você dificilmente encontrará alguém com a maturidade exigida para um relacionamento.

Pensando em todos esses corações despedaçados, decidi falar algumas coisas aqui. Eu não sou a Regina Volpato nem tenho diploma de psicóloga, mas nessa minha curta vida já tive algumas experiências e através das dos outros eu tenho aprendido muito.

Então vamos ao momento Good Times da Amanda:

1- O amor é lindo sim, mas tem suas feiuras também. Nem cogite entrar nele se não estiver disposto a lidar com elas. Lá em I Coríntios 13, Paulo dá a definição mais perfeita do amor: 

O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.

Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 
1 Coríntios 13:4-7 


O amor verdadeiro é difícil de ser praticado, não é mesmo?!

Em Eclesiastes está escrito que "para tudo há um tempo, para cada coisa um momento" e em Cantares "portanto, conjuro-vos, ó filhas de Israel que não despertei o amor até que queira". Esse texto está em outro contexto, mas eu gosto de pensar nele quando a ansiedade da busca por um relacionamento aperta. "Não desperteis o amor, até que queira...". A gente precisa querer o amor, mas esse amor bíblico e existe um tempo certo pra gente poder querê-lo. Se a gente se afoba e torna isso o objetivo número 1 da nossa vida, acaba deixando coisas lindas passarem despercebidas.
Quanto tempo eu perdi me iludindo e desiludindo com algumas pessoas... Tempo que poderia ser aproveitado praticando o amor à Deus e ao meu próximo. Acordemos pra essas coisas.

2- Minha vó sabiamente me disse que "o que é pra ser meu, vai vir na minha mão".
Ela não quis dizer que um belo dia aparecerá um lindo príncipe numa BMW...ops, digo, cavalo branco na minha janela e me pedirá em casamento.
 Hoje eu entendo que o amor tem que vir com naturalidade. Este amor, que nós mulheres idealizamos e tentamos a qualquer custo encontrar, é um amor doentio, que só faz mal pra gente. Digo mulheres porque é o mais comum, mas sei que muitos homens fazem isso também.
 Eu hoje não espero encontrar uma paixão avassaladora, ou amor de cinema. O amor de um amigo que se transforme em amor apaixonado pra mim já basta, aliás, esse pra mim é o amor mais bonito. Mas antes que meus amigos achem que eu tenho uma queda por eles, eu esclareço que isso ainda não aconteceu.

3- Meu recado agora é para as meninas que assim como muá (moi), tem a séria tendência de se apaixonar por quem não lhe quer.
Eu sou uma pessoa comunicativa e bem resolvida em muitos aspectos, mas, porém, contudo, entretanto, todavia... sou mulher, e como toda mulher, adoro ler romances, assistir aqueles filmes bem melados e ouvir aqueles cantores que adoram nos iludir. O problema de nós, meninas, é que a gente quer levar isso pra realidade. A gente acredita que mais dia, menos dia, o nosso amor acabará sendo correspondido, assim como o das mocinhas no final dos filmes. Tenho que te dar uma má notícia: na maioria das vezes, um amor feminino que começa não correspondido, termina ainda menos correspondido. É triste, mas é a realidade.

Mas antes que você vá abrir uma caixa de bombom e assistir "Orgulho e Preconceito", deixe eu lhe dar uma boa notícia: Não vai ser sempre assim. Isso depende mais de você do que dos homens.
No dia que você decidir buscar mais a Deus, orar mais, aproveitar a vida com a família, com os amigos,voltar a estudar, fazer aquele curso que você queria fazer a tempos, planejar aquela viagem, pesquisar sobre aquele intercâmbio, se envolver em um projeto que você acredita, entrar na academia pra deixar essa moça linda que você vê no espelho todos os dias ainda mais bonita, começar a se arrumar porque você gosta...enfim, no dia em que você decidir ser plena como solteira, ele vai te achar. Ele vai te achar no momento que você menos esperar, no momento em que você pensar que nem precisa mais dele... Acima de tudo, no momento em que seu coração estiver completamente rendido ao Homem que já te ama hoje e te ama com um amor mais do que perfeito...

 Quando você não estiver distraída buscando um homem pra te completar, o amor do Salvador te tornará plena, sem necessidade de qualquer outra metade.
Não fique correndo atrás do vento. Pare de buscar aquilo que não é sua necessidade. Ser feliz é mais que uma questão de amor correspondido.

Meu momento Good Times acaba aqui, mas a despeito das brincadeiras, sei que este é um assunto sério que tem machucado muitas pessoas. Oro verdadeiramente pra que o Senhor dê a resposta a essas questões.

Pra quem quiser ler, deixo o link do post de um poema que muito me abençoou.
http://detudoquepodeserbelo.blogspot.com.br/2011/03/sometime-algum-dia.html

Que Deus nos ensine a caminhar com Ele!

No amor de Cristo,

Amanda Alves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário