terça-feira, 25 de dezembro de 2012

"Segura na mão de Deus e vai..."

Hoje é Natal e eu não poderia deixar de começar esse post desejando um Feliz Natal a todos aqueles que acreditam que Jesus entrou na história, pra mudá-la pra sempre. Que dia feliz foi esse!

Mas o que tenho a escrever hoje não trata exatamente sobre o significado deste dia, mas os diferentes acontecimentos que o acompanharam no ano passado e neste ano.

Começando pelo dia 23 de dezembro de 2011. Era aniversário do meu pai e do meu irmão e eu não pude estar presente, pois estava em Brasília e, além disso, tinha acabado de passar por um término de relacionamento . Eu fiquei com o coração pequeno, desejando estar em Belo Horizonte, mas estava feliz porque sabia que minha família entendia meu trabalho e já estava me "acostumando" a lidar com esse tipo de emoção que acompanha a vida de um tripulante.

Sendo meu primeiro ano de comissária, foi uma grande sorte conseguir "pernoitar" em Belo Horizonte do dia 24 para o dia 25, mesmo trabalhando em ambos os dias. Consegui passar a noite de Natal com eles e saí não muito cedo no dia 25 pra trabalhar.

Apesar de toda a realização que eu sentia, não podia deixar de pensar: "Será que vai ser sempre assim? Será que vale a pena perder esses momentos?" . Essas perguntas sempre sondam a mente de um tripulante e, sendo meu primeiro ano como comissária, não seria diferente.
Eu estava decidida de que valeria a pena, até que veio 2012, cheio das surpresas que vocês já conhecem.

Às vezes, eu olho para a Amanda de um ano atrás e pergunto: "Quem é essa moça?". Foram tantas as mudanças que esse ano trouxe, que às vezes ela parece uma estranha. Nada na minha vida permaneceu a mesma coisa em 2012: Nem casa, nem trabalho, nem relacionamento, nem projetos, nem círculo social, além de muitas outras coisas que mudaram.

Eu, que acreditava ter meu futuro muito bem desenhado, fui confrontada pelas palavras de Thiago:

Ouçam agora, vocês que dizem: "Hoje ou amanhã iremos para esta ou aquela cidade, passaremos um ano ali, faremos negócios e ganharemos dinheiro".
Vocês nem sabem o que lhes acontecerá amanhã! Que é a sua vida? Vocês são como a neblina que aparece por um pouco de tempo e depois se dissipa.
Ao invés disso, deveriam dizer: "Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo". 
Tiago 4:13-15 
Este ano, como já disse em outro post, foi completamente diferente do que eu planejei.
A menina que foi contratada por uma grande empresa em São Paulo, que vivia voando por aí sozinha, que tinha mais dinheiro na conta que todas as pessoas da sua idade, que já se sentia independente aos 19, voltou pra casa dos pais, voltou a depender deles financeiramente, voltou a passar a semana inteira em casa e teve que dolorosamente se readaptar à rotina das pessoas "normais"  ( (http://detudoquepodeserbelo.blogspot.com.br/2012/08/da-beleza-de-ser-normal.html)

Não foi fácil. Viver nunca foi.

Descrever os sentimentos que estão em meu coração neste dia é tarefa muito difícil, mas resumirei em uma palavra: gratidão. Não consigo descrever tudo aquilo que me aconteceu desde que entendi que "Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo". Ele fez muito mais do que eu poderia, em meus melhores sonhos, imaginar.

Por isso, se seu coração está numa encruzilhada, se você não tem ideia do que será da sua vida, se se sente andando de olhos tapados, assim como eu, prepare-se: é nessa hora que Ele nos dá a mão com mais força e nos leva pra caminhos que a gente nunca imaginou.

Não sei com que frequência conseguirei escrever nos próximos dias, pois, se Deus quiser, muita coisa boa vem por aí

por isso, desejo que Deus esteja com vocês em cada dia do ano de 2012 e dê a mão com mais força para àqueles que se sentem perdidos. Se for pra se perder, que seja como naquela musiquinha que muita gente acha brega..."Segura na mão de Deus e vai..."







Um comentário:

  1. Mesmo sem te conhecer pessoalmente, te acho linda! De alma boa e riso leve! Muitas felicidades a ti.
    Beijos

    ResponderExcluir