sexta-feira, 15 de maio de 2015

SONETO DA BANANA

 Eis que recebo uma mensagem com os seguintes dizeres.

 SONETO DA BANANA                                              

Amanda nariz de banana.
Mas banana ouro, pois você é meu mais precioso tesouro.
Você é quem me faz companhia,
Me chateia mas me da mais alegria!
Sem você eu acho que não vivo, pois me torno um simples adesivo!
Eu sei que a coisa não está fácil... Mas isso tudo é questão de fase pois tudo é tão dócil.
Eu deveria estar estudando, mas também deveria estar em Vancouver, Toronto, Melbourne ou outro lugar qualquer...
Mas como eu estaria lá se aqui é o onde se tem o que a gente quer?
Eu quero é estar ao seu lado, pois aqui eu estou feliz e compensado!
Se valeu a pena abandonar tudo por você?
Você não tem espelho? Só cego não vê!!
Você é tudo de bom e mais um pouco,
Trabalharia até arrancarem meu couro...
Só pra ver sua felicidade,
A qual me realiza e me questiona se isso tudo é verdade!
Melhor seria que isso tudo nunca tivesse ocorrido,
Que ainda tivesse morando em Barra Mansa no meio daquele povo... Pois iriamos voltar ao tempo. E quer saber? Eu faria tudo de novo!!


Hoje a noite está fria, vou dormir todo coberto. Fazer o que? Nao tenho vc por perto!!
Mas isso acaba um dia, quando comprar banheiro e cozinha com pia!
Pois então teremos nossa casa.
E casa são só as primeiras sílabas de casamento...
Qual? O nosso! O que se Deus quiser estamos dentro! Sei que vai ser com muito tempero, mas também muito fermento!
Por que fermento é o que faz o bolo crescer! Vamos plantar, regar e ver amadurecer!
Ainda estou pensando em como posso terminar esse soneto,
Pois não sei nada que rima, a não ser corneto! É aquele sorvetinho... Que também me leva de volta ao pedalinho!

Falando em pedalinho, descobri que posso terminar assim:
Feche os olhos e deixa eu ser seu amigo,
Quero só ver se eu consigo,
Se você não der conta, deixa que eu prossigo,
Talvez hajam palavras mas bonitas vindo até mesmo de um mendigo,
Mas mesmo simplórias eu quero saber:
"Quer namorar de novo comigo?"


Direi "sim" todos os dias. Te amo! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário