quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Renascerá


Essas duas fotos foram tiradas com pouco mais de uma semana de diferença. Explico porque quis registrar. Quando nos mudamos, víamos ao lado do nosso apartamento este terreno completamente verde. Quase morri de emoção quando vi uma família de tucanos pousando em uma dessas árvores que agora está seca. Contei para meu marido toda empolgada que tinha visto essa família e já tinha planos de colocar um bebedouro aqui na varanda pros passarinhos.

Não demorou uma semana pra eu ver isso tudo literalmente se acabar. O suposto proprietário do lote bem ao lado do nosso decidiu fazer uma "capina" colocando fogo, algo que além de criminoso, nos fez sair às pressas do prédio, porque o fogo se alastrou e as chamas tornaram impossível respirar do lado de dentro. Os bombeiros foram chamados, o fogo apagado e o que antes era verde e vida se tornou literalmente cinzas.

Fiquei arrasada. A família de tucanos nunca mais voltou. Parei de ouvir os passarinhos de manhã. O ar que antes era limpo e fresco por causa do verde, ficou seco e com um cheiro horrível de fumaça.

Pensei em quanto tempo a natureza ainda teria pra aproveitar, enquanto o dono do terreno não decide ocupá-lo de vez e essa semana fui surpreendida por essa segunda imagem. O verde começa a tomar conta de novo, sem pestanejar com as cinzas que o encobrem, ganhando mais força e espaço a cada dia. Duas siriemas vieram checar a situação esses dias pra passar o protocolo pra galera e hoje já escuto um monte de passáros cantando de novo, cada vez mais perto do meu prédio.

É um enorme clichê dizer isso, mas esse evento simples foi uma metáfora perfeita do momento que estou vivendo e me fez relembrar algo que já estou cansada de saber: A vida possui seus próprios ciclos e a gente precisa aprender a respeitá-los.

Jardins podem ser incendiados a qualquer momento e tudo aquilo que a gente acha que tem de mais bonito, pode vir a se tornar cinzas num instante. Nesses momentos, é muito difícil lembrar da beleza e da vida que existia antes. É mais difícil ainda acreditar que haverá vida ali de novo. Pois eu lhe digo:

"Porque brotará um rebento do tronco de Jessé, e das suas raízes um renovo frutificará".
Isaías 11:1

O Renovo certamente virá. Existe uma Árvore cuja Raiz não se pode arrancar e que nunca, jamais poderá ser cortada. Renascerá aquilo que um dia morreu e a glória dessa segunda "casa" será ainda maior que a da primeira.

Eu tenho vivido muitos e variados ciclos desses há anos, meses, semanas e às vezes até no mesmo dia, como hoje. Quando acho que tudo está morto, vejo a esperança brotando em meio às cinzas. Isso só é possível quando eu bebo da única fonte que pode trazer vida ao que está seco dentro de mim. Nada fora dessa fonte pode me vivificar ou trazer. Por isso, se você está passando por um desses momentos de cinzas, gostaria de lhe dizer: "Aos que têm sede, venham e bebam". Existe uma fonte inesgotável a jorrar para aqueles que O buscam. Não permaneça em cinzas. Você não precisa. Deixe renascer aquilo que você acha que nunca mais terá vida.

Termino com as palavras de Jesus, a uma mulher que não sabia porque Ele falava com ela: "se você soubesse o que Deus pode dar e quem é que está lhe pedindo água, você pediria, e ele lhe daria a água da vida".

Busque-O enquanto se pode achar, no dia que se chama hoje.

No amor de Cristo,

Amanda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário